outubro 22, 2011

UM FADO PARA OUVIR E VER


video


CANTAR


Do CD “Assim é meu fado” de Cátia Sofia em 2005


Letra de: Manuel Carvalho. Fado Amora de: Joaquim Campos


Guitarra: Adão Pereira. Viola: Paulo Faria de Carvalho. Baixo: Zé Alberto


GALERIA DO FADO


video

GALERIA DA SAUDADE


video

ESCOLA DE FADO



















FERNANDA MARIA



Maria Fernanda Carvalheira dos Santos nasceu em Lisboa em 1937, começando desde muito nova a sua vocação como fadista. Chegou a ser conhecida como “A Miúda do Alto do Pina” talvez porque a sua carreira se iniciou nas mesmas alturas de Tristão da Silva. Com apenas 12 anos de idade gravou o seu primeiro disco e a sua estreia como fadista profissional ocorreu no Parreirinha de Alfama. Nos anos dos 60s Fernanda Maria realizou o seu sonho com a abertura da sua casa típica Lisboa à Noite, local atraente para as grandes estrelas do fado num ambiente onde os apontadores do fado e os fadistas de nome reuniram-se para ouvir a voz do verdadeiro Fado. Fernanda Maria realizou digressões pelo estrangeiro e gravou mais de 80 discos com enormes sucessos como: Zanguei-me Com O Meu Amor, A Mais Linda Canção, Alamares, Desilusão e Não Passes Com Ela à Minha Rua. O nome Fernanda Maria será sempre ligado ao fado e referente como uma das melhores fadistas de Lisboa.


D.Belo



É uma das grandes referências do fado, pela interpretação cuidada, sabe dividir versos, tem dicção, compasso, sendo uma estilista de excepção. Disse: Luís de Castro. Para este estudioso, ouvi-la hoje “é uma lição de fado”, opinião partilhada por José Manuel Osório.


Fadista castiça, como se diz no meio, a Fernanda, a uma carreira internacional, terá preferido o seu retiro de fado e o convívio com fiéis admiradores, disse Luís de Castro. Lamenta no entanto, o “esquecimento” em que o seu nome caiu, mas referiu que ainda hoje os fados criados por si são cantados.


Fonte: Maria João Serra - Cotonete


ANDA UM FADO POR AÍ




















Com meu rosto pousado em teu peito



Depois desse momento tão feliz



Adoro ver em teus olhos esse jeito



Tão lindo que tu pões quando sorris





Quando a noite chega para o amor



E acende em nós loucos desejos



Unimos nossas almas no calor



Dos corpos que se moldam entre beijos





E é sempre com esta intensidade



Em cada noite amor que nos amamos



Vivemos numa interna felicidade



Que Deus abençoa e nós sonhamos





Adormeço em teus braços de ternura



Sentindo ao longe o teu aconchegar



Cansada de prazer e de loucura



Solto as asas da noite e vou sonhar